quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Hum Dil De Chuke Sanam – Eu já te entreguei meu coração, querido हम दिल दे चुके सनम ہم دل دے چکے صنم


Hum Dil De Chuke Sanam – Eu já te entreguei meu coração, querido
Em hindi: हम दिल दे चुके सनम
Em urdu: ہم دل دے چکے صنم 
Quando o sacrifício é a prova do verdadeiro amor
Elenco: Aishwarya Rai, Ajay Devgan, Akash Karnataki, Ghanshyam Nayak, Helen, Kermati Desai, Rajeev Verma, Salman Khan, Sheeba Chadda, Smita Jaykar, Vikram Gokhale, Vinay Pathak, Zohra Sehgal.
Gênero: Romance.
Áudio em hindi, legendas em inglês ou português.
Dirigido por Sanjay Leela Bhansali, Hum Dil De Chuke Sanam (Eu já te entreguei meu coração, querido – 1999) foi o terceiro filme mais lucrativo de 1999, ficando atrás de Biwi No.1 (Esposa No.1) e Hum Saath Saath Hain (Nós permanecemos unidos). 
Todos os três filmes mais lucrativos de 1999 foram com o ator Salman Khan, na época no auge de sua carreira. Foi o primeiro grande sucesso da atriz Aishwarya Rai, que recebeu muitos elogios da crítica por sua atuação, e pôde cimentar sua carreira, através desse filme. Certas fontes clamam que a estória do filme foi baseada no romance bengali Na Hanyate (Não morre), da poetisa e novelista Maitreyi Devi, protegida do famoso escritor Rabindranath Tagore. A trilha sonora do filme é estonteante, de tons semi-clássicos, composta por Ismail Darbar, que ganhou o National Film Awards na categoria de melhor direção musical em 2000.
Outra vencedora do National Film Awards foi a coreógrafa Vaibhavi Merchant, pela coreografia da música Dholi Taro Dhol Baaje (Os tambores tocam alto, deixem os tambores tocarem). No 45th Filmfare Popular Awards, realizado em fevereiro de 2000, ganhou nas categorias de melhor filme, atriz (Aishwarya Rai), diretor (Sanjay Leela Bhansali) e coreografia pela música Nimbooda (Limãozinho), feita por Saroj Khan. O filme inicia mostrando cenas do Deserto Thar, localizado na fronteira entre os Estados do Rajastão e do Gujarat. 
 
Sameer (Salman Khan) é um cantor que veio da Itália para as areias do Rajastão, filho de mãe italiana e pai indiano, e tenta encontrar a casa do novo professor de música indiana, Pandit Darbar (Vikram Gokhale). 
Pandit Darbar ensina música clássica indiana, e é o chefe de uma típica família rajasthani. Ele recebe Sameer em casa, e o admite como aluno. Quando Sameer pergunta como poderia pagá-lo, Darbar responde que na hora certa saberá o que pedir, pois sua música não está à venda. Ele pede à sua única filha, Nandini (Aishwarya Rai), para deixar o quarto livre para o novo hóspede. Nandini fica com raiva de ter de ceder seu próprio quarto, e implica com o aluno do pai desde o início.
É Diwali, o Festival das Luzes, o maior festival indiano, e em meio às lições de música clássica, Sameer vai aprendendo como funciona a típica família rajasthani: as festas religiosas, as roupas coloridas, a vida em grupo, a falta de privacidade, o respeito pelos mais velhos, a separação entre homens e mulheres, o casamento arranjado. Sameer e Nandini se apaixonam, e começam a namorar em segredo. No casamento da prima Anupama (Sheeba Chadda), Nandini dança na cerimônia do Sangeet. Vanraj (Ajay Devgan) está entre os convidados do pai de Nandini, e a vê dançando. 
 
Ele imediatamente se apaixona por ela. Após o casamento de Anupama, a mãe de Nandini, Amrita (Smita Jaykar), resolve falar com o marido Darbar para aceitar a proposta de casamento da família de Vanraj, filho do advogado Vikramjeet (Renjeev Verma). 
 
Ele inicialmente não quer casar a filha de imediato, pois sabe que ela terá de deixar a casa dos pais. Mas o horóscopo dos noivos combina, e o casamento é marcado. Quando Nandini fica sabendo dos preparativos para o seu casamento, briga com Sameer e o chama de infantil. 
Ela resolve falar tudo para a mãe, mas na hora ocorre um acontecimento inesperado. Anupama retorna fugida da casa do marido, toda machucada. A família se reúne para tomar uma decisão sobre o futuro de Anupama. O pai, Bhairon (Kermati Desai), quer que ela retorne imediatamente para a família do marido. Darbar entende que o lugar da mulher é ao lado do marido, mas deixa Anupama ficar até o Festival de Holi. Nandini tenta defender Anupama, mas é expulsa da sala de reuniões. 
Ela e Sameer resolvem ajudar Anupama a fugir com o amado, Bharat (Akash Karnataki). Bhairon descobre a fuga, e fica furioso. Começa a bater no empregado da casa, Vitthal Kaka (Ghanshyam Nayak) e acusa Darbar de ser o culpado pela fuga da filha, pois ele não a mandou de volta para o marido imediatamente. Darbar se defende, e culpa Bhairon de não ter ensinado a cultura indiana à Anupama. Ele retruca que Darbar vai entender o que ele está sentindo quando Nandini fizer o mesmo de Anupama, fugir com o namorado. 
 
Darbar fica chocado ao saber que Nandini tem um caso com Sameer, e pede a ele que vá embora da casa, como forma de pagamento pelas lições de música clássica. Nandini vê o amado deixá-la e tenta suicídio. 
Ela se casa com Vanraj, mas não conta nada a ele sobre seu passado com Sameer. Vanraj estranha a forma dela se comportar, e pergunta o que está acontecendo com ela. Ela não responde nada. Numa visita, Vitthal leva para ela várias cartas de Sameer. Ela começa a lê-las, mas Vanraj a surpreende. Ele descobre que Nandini é apaixonada por Sameer, e fica com muita raiva dela, por ela ter concordado com o casamento. Ele se acalma, e tem uma atitude inusitada: resolve ajudar Nandini a encontrar o amado na Itália, mesmo sendo apaixonado pela esposa. O filme mostra como o sacrifício pela amada é a prova do amor verdadeiro.
H
O site do youtube está comunicando que os vídeos desse filme são propriedades da Eros Entertainment, de modo que eles bloquearam o acesso aos vídeos traduzidos. Quem quiser acessá-los, deve ir no site: www.youtube.com, digitar o nome de usuário filmesindianos e a senha filmesindianos.
H
HMúsica Nimbooda
(Limãozinho)
"Ehh limãozinho!
Ehh limãozinho!
O limãozinho
O limãozinho
Me traz um limãozinho
azedo colhido do pé
O limãozinho
O limãozinho
Me traz um limãozinho
azedo colhido do pé
Ei, traga para mim!
Ei, traga para mim!
Me traz um limãozinho
Vá, traga um limão verde
do pomar para mim
O limãozinho
O limãozinho
Me traz um limãozinho
azedo colhido do pé
Ei, traga para mim!
Ei, traga para mim!
Me traz um limãozinho
Vá, traga um limão verde
do pomar para mim
Me traz um limãozinho
Para salvar-se do mau olhado
dos namorados, apenas ouça
Para salvar-se do mau olhado
dos namorados, apenas ouça
Corte um limão azedo em duas
metades com uma faca afiada
Depois veja a mágica que o limãozinho
O limãozinho fará. Olhe!
O mau olhado vai azedar
E se perderá pelo caminho
Vá, traga um limão verde
do pomar para mim
O limãozinho
Me traz um limãozinho
azedo colhido do pé
É tão pequenininho
Mas é tão suculento
Um pedaço dele te faz radiante
Seu perfume é uma tentação
Para o coração
Mantenha-o na língua
É delicioso
Num relacionamento amoroso
Quando a fúria domina
os olhares do casal
A desavença
geralmente acontece
O limãozinho diz que essa
é a natureza do amor
Ei, traga para mim!
Ei, traga para mim!
Ouça meus amigos
Apenas me traga
O limãozinho azedo
Ehh limãozinho!
O limãozinho".
H

H
Música Dholi Taro Dhol Baaje
(Os tambores tocam alto, deixem os tambores tocarem)
"Os címbalos retumbam
Os címbalos tocam
e ressoam
As belas pulseiras tilintam
E as tornozeleiras dela
tinem com as pulseiras
Coberta por seu véu
Radha virá essa noite
Ondulada pelas gopis
(servas do Deus Krishna)
Logo atrás de Krishna
Distribuídas numa onda
brilhante
O céu e a terra se completam
O esplendor do amor deve
vencer a todos essa noite
Haverá tintas de todas as cores
Pense no estado em que ficaremos
O apaixonado vai dançar
Batendo e colidindo
Dhaakilaal dhaakilaal
Dhidakit dhidakitdilaal
Os tambores duplos
Irão soar thud thud
Os címbalos vão
retumbar radiantes
Os sinos das tornozeleiras
vão tinir e chacoalhar
Retumbando e fazendo barulho
Ei, toquem, toquem, toquem!
Toquem os tambores! Toquem!
Toquem! Toquem!
Toquem! Batam os tambores!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Os tambores tocam alto!
Deixem os tambores baterem!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Os tambores tocam alto!
Essa garota é muito preciosa
Ela diz palavras doces
Seus olhos são sedutores
Os tambores tocam alto!
Sim, sim, ele é um arruaceiro
Que não pára de falar!
Ele me seduz
com sua conversa
Os tambores tocam alto!
Ei, toquem, toquem, toquem!
Os tambores tocam alto!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Os tambores tocam alto!
Os tambores tocam alto!
Sua beleza é irresistível
Eu quero tocar em você
Ah não!
Ah sim, ah sim, sim sim!
A minha beleza é perfumada
como a rainha da noite
Perfumada, perfumada
Perfumada, perfumada
Meu perfume pode se dissipar no ar!
Não me toque! Controle-se!
Controle-se! Controle-se!
Controle-se! Controle-se!
Venha para mim minha rainha!
Me deixe em paz!
Não, eu não deixo!
Não seja malvado!
Deixem os tambores baterem!
Deixem os tambores baterem!
Deixem os tambores baterem!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Os tambores tocam alto!
Essa garota é muito preciosa
Ela diz palavras doces
Seus olhos são sedutores
Os tambores tocam alto!
Sim, sim, ele é um arruaceiro
Que não pára de falar!
Ele me seduz
com sua conversa
Os tambores tocam alto!
Os tambores tocam alto!
Deixem os tambores tocarem!
Deixem os tambores tocarem!
Os tambores tocam alto!
Os tambores tocam alto!
Os tambores tocam alto!
Tocam alto os tambores!
Os tambores tocam alto!
Tocam alto os tambores!
A festa! A festa!
A festa já vai começar!
A festa! A festa!
Os tambores tocam alto!
Os tambores tocam alto!
Os tambores tocam alto!
Tocam alto os tambores!".

Um comentário:

OLGA disse...

Eu ainda não assisti esse filme, mais pelos atores em questão deve ser mto bom.Pena que o youtube bloqueou os vídeos que vc postou, porem vc deu a dica para poder ver no youtube.Salman novinho kkkkkk, o marido da Kajol e a sempre linda Aish.
Como sempre vc cuidando lindamente do blog.
Mais uma vez parabéns!
Sua admiradora OLGA.